Craque é Craque – Thierry Henry

16 jul

Hoje o Craque é Craque traz um cara que foi e ainda é um ídolo para mim. O grande jogador e atacante fracês Thierry Henry!

Henry é um atacante único, sua habilidade e porte físico permitiram arrancadas fatais, o cara ia driblando Deus e o mundo! Tinha um puta domínio de bola, ligação direta funciona se você tem o Henry no comando do ataque.

Além disso, Henry era um jogador muito arisco e vertical, ou seja, driblava sempre para frente e já batia para o gol, como era muito calmo na frente do goleiro e tinha um chute muito forte, isso geralmente se transformava em gols. E ainda era fera no Winning Eleven!

Henry começou a carreira no Mônaco, onde primeiramente jogava como meia-esquerda. Foi deslocado para o ataque, ajudou o time a ganha a Liga em 96-97 e com isso veio a transferência para a Juventus. Na Itália, Henry jogava como ponta, mas não se adaptou ao esquema defensivo e foi embora com apenas 3 gols no currículo.

Chegou ao Arsenal um pouco desacreditado, mas logo mostrou serviço. Arsene Wenger o deslocou para ser um ponta-de-lança no ataque e assim tornou-se o principal jogador da equipe. Henry marcou mais de 20 gols em todas as suas temporadas no Arsenal, menos em 06-07, onde ficou muito tempo no estaleiro por conta de uma lesão.

Com os Gunners, coleciounou títulos e recordes. É o maior artilheiro da história do Arsenal, com 226 gols.
Na temporada 03-04, comandou o Dream Team do Arsenal, campeão inglês invicto.

Tanto em 2002, quanto em 2003, Henry foi eleito o segundo melhor jogador do mundo, atrás de Ronaldinho Gaúcho. Nesses anos, porém, levou a chuteira de ouro como maior artilheiro da europa.

Em 2007, foi para o Barça e marcou muitos gols nas suas duas primeiras temporadas, fechando ambas com mais de 20 bolas na rede. A temporada 09-10 não foi tão boa para o time e Henry foi um dos sacados do Barcelona.

De lá foi para o New York Red Bulls, seu time atual. Passou um curto tempo no Arsenal por empréstimo, enquanto a liga americana desfrutava das férias.

Pela seleção francesa, foi campão da Euro 2000, desclassificou o Brasil na Copa de 2006 na cagada do Roberto Carlos e participou do papelão de 2002, onde só jogou uma partida em função de contusão.

The King is about to retire. Logo menos deixaremos de ver esse craque em campo, uma tristeza para o futebol, pois Henry é um jogador que entrou para a história. Long live the king!

No último Craque é CraqueAndrés Iniesta

Anúncios

Uma resposta to “Craque é Craque – Thierry Henry”

Trackbacks/Pingbacks

  1. Craque é Craque – Michael Laudrop « - 07/23/2012

    […] último Craque é Craque – Thierry Henry. Compartilhe!FacebookTwitterPinterestGostar disso:GosteiSeja o primeiro a gostar […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: